Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

TEORIA E ANÁLISE POLÍTICA 2DISCIPLINA 387550

VER OFERTA

ÓrgãoIPOL Instituto de Ciência Política
Código387550
DenominaçãoTeoria e Análise Política 2
NívelMestrado
Início da Vigência em1985/1
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
EmentaInício da Vigência em 2012/2

O curso visa propiciar uma introdução sistemática aos temas básicos da análise política contemporânea, tratando de enfatizar a relevância do enfoque comparativo no estudo da organização e funcionamento dos sistemas políticos modernos.
Para realizar estes objetivos, o curso estrutura-se em torno de cinco unidades programáticas interligadas: 1º) o debate contemporâneo sobre a conceituação de política e o campo da ciência política; 2º) as teorias de democracia, incluindo os debates sobre transição e consolidação democrática em perspectiva comparada; 3º) as teorias das instituições políticas; 4º) os atores políticos e sua atuação fora dos marcos formais do sistema político, e 5º) as polêmicas teóricas sobre as possíveis mudanças no papel do Estado-nação e nas identidades nacionais em um contexto de globalização.

ProgramaInício da Vigência em 2012/2

A 1ª parte é composta das 3 primeiras unidades programáticas que estão inseridas em Teoria e Analise Política 1, ficando as duas últimas unidades inseridas no programa da disciplina Teoria e Análise Política 2.

2ª parte - 4ª e 5ª unidade programática

4 - Atores Políticos e Participação (30 horas)
A - O ator racional: os dilemas de ação coletiva, cooperação e jogos repetidos, a racionalidade da cooperação, capital social.
B - Mobilização, identidade e movimentos sociais
C - Coalizões, redes sociais e seus impactos na ação coletiva
D - Sociedade civil e política: os debates sobre o conceito de sociedade civil e sua importância para a vida política

5 - Estado, Identidade Nacional e Globalização (30 horas)
A - Surgimento e Formação do Estado-nação
B - Nacionalismo cívico e nacionalismo étnico
C - Identidade Nacional: primordialismo e modernidade
D - Questões sobre a identidade nacional brasileira
E - Globalização e Identidade Nacional

BibliografiaInício da Vigência em 2012/2

ARENDT, Hannah. A Condição Humana Parte I
HABERMAS. Jurgen. "O conceito de poder comunicativo em Hannah Arendt" em Habermas Ed. Ática. São Paulo.
WEBER, Max, "A política como vocação". In: GERTH e MILLS, eds. Ensaios de Sociologia. RJ, Zahar Editores


2ª UNIDADE: TEORIAS DA DEMOCRACIA
1. Democracia representativa e seus teóricos
2. Democracia Participativa: fundamentos, pensadores contemporâneos, pesquisadores;
3. Democracia e identidade, multiculturalismo e feminismo.
4. Democracia Deliberativa: representantes do pensamento, utilização, críticos;

Bibliografia:

AVRITZER, Leonardo e COSTA, Sergio. "Teoria Crítica, Democracia e Esfera Pública: Concepções e Usos na América Latina" DADOS - Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, Vol. 47, nº 4, 2004, pp. 703 - 728.
BARBER, Benjamin R. Strong Democracy: Participatory Politics for a New Age Berkeley, University of California Press, 1984.
BOHMAN, James; Rehg, William (orgs). Deliberative Democracy, Cambridge, Mass, MIT Press, 1997 (Capítulos Selecionados).
DRYZEK, John. Deliberative Democracy and Beyond. Oxford: University Press, 2000.
ELSTER, Jon (org). Deliberative Democracy Cambridge: Cambridge University Press, 1998. (Capítulos Selecionados).
GUTMANN, Amy. Liberal Equality. Cambridge: Cambridge University Press, 1980.
HABERMAS, Jurgen. "Three Normative Models of Democracy" em BENHABIB, Seyla (ed). Democracy and Difference: Contesting the Boundaries of the Political. Princeton: Princeton University Press, 1996, pp. 22-30.
HELD, David. Models of Democracy Oxford: Polity Press, 1978.
MACPHERSON, C.B., The Life and Times of Liberal Democracy Oxford, Oxford University Press, 1977.
MANIN, Bernard, The principles of representative government Cambridge; Cambridge University Press, 1997.
MANSBRIDGE, Jane, Beyond Adversary Democracy Chicago: Chicago University Press, 1983.
MICHELS, Robert, Sociologia dos Partidos Políticos. Brasília: Editora UnB, 1982.
MILL, John Stuart, O governo representativo São Paulo: Ibrasa, 1983.
PATEMAN, Carole, Participação e Teoria Democrática Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.
PHILLIPS, Anne. Engendering Democracy Cambridge: Polity (1991).
PHILLIPS, Anne. The politics of presence Oxford: Oxford University Press, 1995.
PITKIN, Hanna Fenichel. The Concept of Representation Berkeley: University of California Press, 1967.
PRZEWORSKI, Adam, STOKES, Susan C. e MANIN, Bernard (orgs.) Democracy, accountability, and representation Cambridge: Cambridge University Press, 1999.
SANTOS, Boaventura de Sousa (org) Democratizar a Democracia: os Caminhos da Democracia Participativa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.
URBINATI, Nadia. Representative Democracy. Chicago:University of Chicago Press, 2006.
YOUNG, Iris Marion. Inclusion and Democracy Oxford: Oxford University Press, 2000.


3ª UNIDADE: INSTITUIÇÕES POLÍTICAS
1. Instituições: Teoria Política e Sociologia
2. Neo-institucionalismo escolha racional
3. Neo-institucionalismo histórico
4. Neo-institucionalismo sociológico

Bibliografia

ARENDT, Hannah. Entre o Passado e o Futuro São Paulo: Editora Perspectiva, 1972.
ARISTÓTELES. A Política Brasília, Editora UnB, 1985.
CASTORIADIS, Cornelius. A Instituição Imaginária da Sociedade Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.
ESPINO, José Ayala, Instituciones y Economía: Una Introducción al neoinstitucionalismo económico. México: Fondo de Cultura Económica, 1999.
EVANS, Peter. "A Abordagem Institucional Comparativa" em Autonomia e Parceria: Estados e Tranformação Industrial Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2004.
MARCH, James G. e OLSEN, Johan P. Rediscovering Institutions: The Organizational Basis of Politics New York: The Free Press, 1989.
NORTH, Douglass. Institutions and Institutional Change and Economic Performance Cambridge: Cambridge University Press, 1990.
PETERS, B. Guy. Institutional Theory in Political Science London:Continuum, 1999.
POWELL, Walter W. e DIMAGGIO, Paul J. The New Institutionalism in Organizational Analysis Chicago: University of Chicago Press, 1991.
STEINMO, Sven, THELEN, Kathleen e E LONGSTRETH, Frank. Structuring Politics: Historical Institutionalism in Comparative Analysis Cambridge: Cambridge University Press, 1992.
THELEN, Kathleen. "Historical Institutionalism in Comparative Politics" em Annual Review of Political Science 2, 1999. pp.:369-404.
TSEBELIS, George, Jogos Ocultos: Escolha Racional no Campo da Política Comparada São Paulo, USP, 1998.
WEBER, Max. Economy and Society Berkeley: University of California Press, Berkeley, várias edições..

4ª UNIDADE: ATORES POLÍTICOS E PARTICIPAÇÃO
1. O ator racional: os dilemas de ação coletiva, cooperação e jogos repetidos, a racionalidade da cooperação, capital social.
2. Mobilização, identidade e movimentos sociais
3. Coalizões, redes sociais e seus impactos na ação coletiva
4. Sociedade civil e política: os debates sobre o conceito de sociedade civil e sua importância para a vida política

Bibliografia:
AXELROD, Robert. "The Emergence of Cooperation among Egoists" em American Political Science Review 75, 1981. pp. 306-318.
COHEN, Jean L. e Andrew Arato. Civil Society and Political Theory Boston: The MIT Press, 1992.
COLEMAN, James. "Social Capital" em The Foundations of Social Theory Cambridge, MA: Belknap Press, 1990.
DIANI, Mario, e Doug McAdam (eds.). Social Movements and Networks: Relational Approaches to Collective Action Oxford: Oxford University Press, 2003.
ELSTER, Jon. "Selfishness and Altruism" em MANSBRIDGE Jane J. (org). Beyond Self-Interest. Chicago, University of Chicago Press, 1990. pp: 44-52.
EMIRBAYER, Mustafa e Ann Mische 1998. "What is agency?" em American Journal of Sociology 103, no. 4, pp. 962-1023.
FRIEDMAN, Debra e Doug McAdam. 1992. "Collective identity and activism: networks, choices, and the life of a social movement" em Morris, Aldon e Carol McClurg Mueller (eds.) Frontiers in Social Movement Theory New Haven: Yale University Press, 1992. pp. 156-73.
GOULD, Roger e Fernández, Roberto M.. "Structures of mediation: a formal Approach to Brokerage in Transaction Networks." Sociological Methodology 19, 1989 pp. 89-126.
McADAM, Doug; TARROW e Sidney; TILLY, Charles Dynamics of Contention. Cambridge: Cambridge University Press, 2001.
MELUCCI, Alberto. Nomads of the Present: Social Movements and Individual Needs in Contemporary Society London: Hutchinson, 1989.
OLSON, Mancur. A lógica da Ação Coletiva: Os Benefícios Públicos e uma Teoria dos Grupos Sociais São Paulo: Editora Univ São Paulo, 1999.
PUTNAM, Robert. Comunidade e Democracia: A Experiência da Itália Moderna Rio de Janeiro, FGV, 1999.
SEN, Amartya K. "Rational Fools: A Critique of the Behavioral Foundations of Economic Theory" em MANSBRIDGE Jane J. (org). Beyond Self-Interest Chicago: University of Chicago Press, 1990. pp 25-43.
TARROW, Sidney, Power in Movement: Social movements, Collective Action and Politics Cambridge: Cambridge University Press, 1994.
TILLY, Charles From Mobilization to Revolution Reading, MA, Addison-Wesley. 1978
WAMPLER, Brian e AVRITZER, Leonardo. "Participatory publics: civil society and new institutions", em: Comparative Politics vol. 3, 2004.

5ª UNIDADE: ESTADO-NAÇÃO, IDENTIDADE NACIONAL E GLOBALIZAÇÃO
1. Surgimento e Formação do Estado-nação
2. Nacionalismo cívico e nacionalismo étnico
3. Identidade Nacional: primordialismo e modernidade
4. Questões sobre a identidade nacional brasileira
5. Globalização e Identidade Nacional

Bibliografia:

ANDERSON, Benedict. Comunidades Imaginadas: Reflexões Sobre a Origem e a
Expansão do Nacionalismo Lisboa: Edições 70, 1991.
BALAKRISHNAN, Gopal (org.). Um Mapa da Questão Nacional Rio de Janeiro:
Ed. Contraponto, 2000.
FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala 22º ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1983.
GELLNER, Ernest. Nations and Nationalism New York: Cornell University Press,
1983.
GRENFELD, Liah. Nationalism: Five Roads to Modernity Cambridge:
University Press, 1992.
GUIBERNAU, Montserrat. Nacionalismos: O Estado Nacional e o Nacionalismo no
Século XX Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 1997.
HELD, David e Mc Grew, Anthony. Globalization / Anti-Globalization,
Cambridge, Polity Press Cambridge, UK 2002.
HOBSBAWM, Eric J. Nações e Nacionalismo desde 1780 : Programa, Mito e
Realidade Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 1991.
HOLANDA, Sérgio Buarque. Raízes do Brasil São Paulo: Companhia das
Letras, 2002.
MOTA, Carlos Guilherme(org.). Viagem Incompleta São Paulo: Senac, 2000.
ÖZKIRIMLU, Umut. Contemporary Debates on Nationalism, New York: Palgrave Macmillan, 2005.
PRADO JR., Caio. Formação do Brasil Contemporâneo São Paulo: Brasiliense, 1971.
REIS, José Carlos. As Identidades do Brasil Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getúlio Vargas, 2000.
RIBEIRO, Darcy. O povo Brasileiro: Formação e Sentido do Brasil São
Paulo: Companhia das Letras, 1995 (1º ed.1922).
SMITH, Anthony. The Antiquity of Nations Londres: Polity Press, 2004.
SORENSEN, Georg. Changes in Statehood, New York: Palgrave Macmillan, 2001.
SOUZA, Jessé. A Modernização Seletiva Brasília: Editora UnB, 2000.