Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

EPIDEMIOLOGIA CLÍNICADISCIPLINA 379018

VER OFERTA

ÓrgãoFS Faculdade de Ciências da Saúde
Código379018
DenominaçãoEpidemiologia Clínica
NívelMestrado
Início da Vigência em2000/2
Pré-requisitos FS 379000 Métodos Epidemiológicos OU
NMT 395111 Introdução Mét Epidemiológico
EmentaInício da Vigência em 2000/2

A disciplina objetiva capacitar o pós- graduando a utilizar conceitos básicos da Epidemiologia Clinica. Ao final do curso o aluno deveria estar apto a compreender e aplicar os elementos que fundamentam os métodos de pesquisa nesta área; Dominas o conhecimento referente as limitações destes métodos e a interpretação de seus resultados; Demonstrar capacidade critica na avaliação de estudos científicos e projetos de pesquisa na área médica.

ProgramaInício da Vigência em 2000/2

DEFINIÇÃO E ESCOPO:

A epidemiologia é um conjunto de saberes que contribuem para a organização e análise de dados relacionados ao processo saúde-doença. A epidemiologia enquanto disciplina fornece as bases para delineamento de pesquisas na área da saúde e o método epidemiológico visa a descrição da frequência e distribuição de eventos relacionados ao processo saúde doença, e contribui à elucidação dos processos causais. No campo da prática clínica das profissões de saúde, o método epidemiológico proporciona a comprovação necessária para urna prática fundamentada em evidências tanto de associações causa-efeito como da eficácia de intervenções preventivas ou curativas. As metodologias de validação de testes de diagnóstico podem ser utilizadas na c1inica com o objetivo de conhecer o poder preditivo de um resultado negativo ou positivo, bem como na Saúde Pública, para o rastreamento de doenças na comunidade.

OBJETIVOS:

Os objetivos da disciplina são:

(1) compreender os conceitos básicos e os usos da epidemiologia e utilizar adequadamente a

terminologia epidemiológica;

(2) desenvolver o raciocínio analítico baseado no método epidemiológico aplicado a situações

clínicas;

(3) proporcionar subsídios para a estruturação de projetos e para análise de dados quantitativos;

(4) desenvolver o raciocínio crítico na leitura de artigos científicos;

(5) desenvolver habilidades analíticas básicas específicas aos métodos de estudo.



CLIENTELA:

Alunos de pós-graduação stricto senso formados em ciências da saúde e em profissões afins ou cujos trabalhos tenham repercussão e relevância para a área da saúde.



METODOLOGIA:



Contemplam-se três atividades intra-muros ou presenciais (nos horários de aula):

(1) reuniões de grupo para discutir e dirimir dívidas em relação ao material do tema que é abordado em cada sessão;

(2) aulas magistrais ou preleções cujo conteúdo é a introdução do tema da seguinte sessão ou a resolução de dúvidas que permaneçam após a reunião em grupos;

(3) resolução de exercícios de epidemiologia descritiva e analítica em plenária;

(4) apresentação em grupos de seminários em que um artigo é discutido no coletivo.



Três atividades extra-muros esperam-se do corpo discente:



(1) leitura de artigos científicos disponíveis em apostila e de capítulos específicos do livro de texto, que foram selecionados e indicados no programa entregue aos alunos na primeira aula; para cada sessão, requere-se a leitura de um capítulo de conteúdos gerais que proporcionam fundamento

básico e partes de capítulos mais específicos;

(2) em determinados artigos científicos indica-se um exercício de interpretação do material e a

resposta a perguntas específicas que devem ser entregues na seguinte aula;

(3) durante o semestre serão entregues duas séries de exercícios de epidemiologia descritiva e

analítica para serem resolvidos em casa.

BibliografiaInício da Vigência em 2000/2

1. PEREIRA, MG - Epidemiologia: Teoria e prática. GB - Koogan. Rio de Janeiro. 1995.
2. FLETCHER, RH, FLETCHER, SW & WANGNER, EH. Epidemiologia Clínica: Elementos Essenciais. . Artes Médicas. Porto Alegre. 1996.

3. CNPQ - Como ler revistas médicas (Coletânea de artigos na revista da Associaçào Médica Canadense traduzido para o português). Universidade de MacMaster. Brasília. 1984.

4. Artigo científicos diversos organizados em apostilas e atualizados periodicamente.