Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

TEORIAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANODISCIPLINA 325295

VER OFERTA

ÓrgãoPED Departamento de Psic.Escolar e do Desenvolvimento
Código325295
DenominaçãoTeorias do Desenvolvimento Humano
NívelMestrado
Início da Vigência em1991/2
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
EmentaInício da Vigência em 2016/2

História e relações entre conceitos, princípios, teorias e metodologias. A perspectiva do desenvolvimento no ciclo de vida. Diversidade teórica: história, paradigmas e modelos. Caracterização e análise crítica dos pressupostos e componentes dinâmico-estruturais de teorias do desenvolvimento. Perspectivas e limitações. A questão ética.

ProgramaInício da Vigência em 2006/1

1. A ciência do desenvolvimento humano: conceitos e pressupostos básicos
1.1. A polêmica entre ciência e não ciência
1.2. A ciência do desenvolvimento humano: uma perspectiva interdisciplinar.
1.3. Conceitos básicos: desenvolvimento; estrutura; regulação e mediação; continuidade e descontinuidade; estágio, transição e ciclo de vida; dentre outros conceitos.

2. As bases teóricas para o estudo do desenvolvimento humano
2.1. As abordagens dos sistemas dinâmicos e os processos de desenvolvimento
2.2. Teorias biológicas do desenvolvimento humano.

3. Teorias dos sistemas ecológicos
3.1. noções básicas
3.2. o modelo bioecológico de Bronfenbrenner

4. Teorias culturais e o desenvolvimento humano
4.1. noções básicas
4.2. as contribuições das teorias culturais

5.Teorias de desenvolvimento humano: diversidade de enfoques e temas

6. Questões contemporâneas e perspectivas futuras em processos de desenvolvimento humano
6.1. Questões teóricas e metodológicas e suas implicações para pesquisas futuras
6.2. Em busca de uma ciência do desenvolvimento humano


BibliografiaInício da Vigência em 2006/1

Bateson, P. (Org.) (1991). The development and integration of behaviour: Essays in honour of Robert Hinde. New York: Cambridge University Press.
Bronfenbrenner, U. (1996). A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados. (M.A.Veríssimo, Trad.) Porto Alegre: Artes Médicas. (Trabalho originalmente publicado em 1979)
Bronfenbrenner, U. (1999). Environments in developmental perspective: Theoretical and operational models. Em S.L. Friedman & T.D. Wachs (Orgs.), Measuring environment across the life span: Emerging methods and concepts (pp. 3-28).Washington, DC: American Psychological Association.
Bronfenbrenner, U. & Ceci, S. (1994). Nature-nurture reconceptualized in developmental perspective: A bioecological model. Psychological Review, 101, 568-586.
Bronfenbrenner, U. & Morris, P.A. (1998). The ecology of developmental process. Em W. Damon & R.M Lerner (Orgs.), Handbook of child psychology: Vol. 1. Theoretical models of human development (5ª ed., pp. 993-1028). New York: Wiley.
Bruner, J. 9(1997). Atos de significação. Porto Alegre: Artmed.
Connerton, P. (1999). How societies remember. Cambridge: CUP.
Conway, M.A (Org.) (1997). Cognitive models of memory. Cambridge, Mass: MIT UP.
Cairns, R.B., Elder, G.H. & Costello, E.J. (Orgs.). (1996). Developmental science. New York: Cambridge University Press.
Friedman, S.L. & Wachs, T.D. (Orgs.). (1999). Measuring environment across the life span: Emerging methods and concepts. Washington, DC: American Psychological Association
W.J. Lonner, W.J., Dinnel, D.L., Hayes, S.A. & Sattler, D.N. (Orgs.). (2002). Online readings in psychology and culture. Bellingham, Washington, USA: Western Washington University, Center for Coss-Cultural Research. Disponível em htttp://www.wwu.edu/~culture
Gomes-Pedro, J. &. Patricio, M.F. (Orgs.). (1995). Bebé XXI: Criança e família na viragem do século. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Hartup, W.W. (2000). Developmental science at the millennium. International Journal of Behavioral Development, 24, 2-4.
Hinde, R.A. (1987). Individuals, relationships and culture: Links between ethology and the social sciences. New York: Cambridge University Press.
Lamb, M.E. & Keller, H. (Orgs.). (1991). Infant development: Perspectives from German-speaking countries. Hillsdale, NJ.: Lawrence Erlbaum.
Lerner, R.M., Fisher, C.B. & Weinber, R.A. (2000). Applying developmental science in the 21 century: International scholarship for our times. International Journal of Behavioral Development, 24, 24-29.
Plomin, R. (2000). Behavioral genetics in the 21 century. International Journal of Behavioral Development, 24, 30-34.
Segall, M.H., Dasen, P.R., Berry, J.W., Poortinga, Y.H. (1990). Human behavior in global perspective: An introduction to cross-cultural psychology. New York: Pergamon Press
Stern, P.C. (2000). Psychology and science of human-environment interactions. American Psychologist, 53, 523-530.
Tudge, J., Shanahan, M.J. & Valsiner, J. (Orgs.). (1997). Comparisons in human development: understanding time and context. New York: Cambridge University Press.
Valsiner, J. & Connolly, K. (Orgs.). (2003). Handbook of developmental psychology. London: Sage Publications.
Vasta, R. (Org.). (1992). Six theories of child development. London: Jessica Kingsley.