Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

ESPAÇO E ESTÉTICADISCIPLINA 355992

VER OFERTA

ÓrgãoFAU Direção da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Código355992
DenominaçãoEspaço e Estética
NívelMestrado
Início da Vigência em2018/2
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
EmentaInício da Vigência em 2001/1

Reconhecimento, descrição e interpretação do espaço enquanto categoria esteticamente qualificada: como objeto de conhecimento sensível. Espaço como recurso de expressão artística. Espaço nas artes plásticas: pintura, escultura, arquitetura e urbanismo. Distinção do espaço enquanto categoria teórica, prática e estética. Taxonomia de reconhecimento dos espaços esteticamente qualificados. Desenvolvimento histórico.

ProgramaInício da Vigência em 2001/1

1. Estudo da noção de espaço como categoria "a priori", ou seja enquanto modo de objetivação da consciência humana, como instrumento de conhecimento;

2. Espaço como modo de interação do indivíduo com o real

natural: espaço vivenciado empiricamente

teórico: espaço considerado como medida de apropriação objetiva do universo

prático: espaço considerado em função do desempenho de objetivos práticos

espaço cotidiano
espaço racional (técnica)

estético: espaço como objeto do conhecimento sensível

3. Distinção do conceito de espaço no mundo antigo e moderno

4. Desenvolvimento histórico da noção de espaço:

Antiguidade

Idade média

Renascimento

Racionalismo cartesiano

Empirismo inglês

Modernidade

5. Espaço como categoria estética

Belo
Sublime
Pitoresco

6. Paradigmas da história da arte

Clássico
Romântico

7. Formas de representação do espaço

planimetrico
perspéctico
axonométrico
cônico
atmosférico

8. Taxonomia de descrição dos espaços

espaço-lugar
espaço-vazio
dinâmico/estático
fragmentado/unitário
dependente/independente de deslocamentos
distanciado/aproximado
denotativo/conotativo
virtual/visual
de percepção sensível/intelectiva
heterônomo/autônomo
orgânico-funcional/plástico-ideal

9. Espaço e escala

monumental
cotidiana
gregária
bucólica

10. Espaço como linguagem: homologia entre a estrutura do significante (forma) e significado (conceito)

BibliografiaInício da Vigência em 2001/1

Arasse, D., L'annonciation italienne - une histoire de perspective, Paris, Hazan, 1999;

Argan, G.C., El concepto del espacio arquitectonico desde el Barroco a nuestros dias, Buenos Aires, Nueva Visión, 1973.

Argan, G.C; Wittkower, R. Perspective et histoire au quatrrocento, Paris, Les Éditions de la Passion, 1990;

Benévolo, L., La captura del infinito, Madrid, Celeste, 1994;

Corbisier, R., Enciclopédia filosófica, (verbete Espaço) Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1987;

Damisch, H., L'origine de la perspective, Paris, Flammarion, 1987

Gorovitz, M. A Basílica de St. Denis - Sobre o processo de desenvolvimento da arquitetura gótica, Mimeo, 1997;

Gorovitz, M. Os riscos do projeto, São Paulo, Nobel/EdUnB, 1995;

Gorovitz, M. Brasília, uma questão de escala, São Paulo, Projeto, 1985

Gorovitz, M., Desenho e soberania: da educação do juízo de gosto, in Contribuição ao ensino de arquitetura e urbanismo, Brasília, INEP, 1999;

Gorovitz, M., Arquitetura e modernidade, Mimeo, 2001;

Gorovitz, M. Textos de apoio didático, Tese de doutorado, Mimeo, 1996 (pasta 86);

Panofsky, E., La perspectiva como "forma simbólica", Barcelona, Tusquets, 1973