Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

SISTEMAS SOCIOAMBIENTAIS E COMPLEXIDADEDISCIPLINA 205702

VER OFERTA

ÓrgãoCDS Centro de Desenvolvimento Sustentável
Código205702
DenominaçãoSistemas Socioambientais e Complexidade
NívelGraduação
Início da Vigência em1971/2
Pré-requisitos CDS 200972 Meio Amb Cult e Sociedade
EmentaInício da Vigência em 2012/1

A disciplina procura analisar e discutir, a partir de uma perspectiva das ciências naturais, os conceitos e metodologias para melhor compreender as complexas interações entre os vários componentes dos sistemas socioambientais (biofísico, socioeconômico, político e cultural). Esta discussão se apoiará na análise das relações entre as propriedades emergentes dos sistemas e os conceitos da complexidade. Espera-se também qualificar os alunos e as alunas para analisar situações socioambientais complexas e contribuir para a definição de estratégias de gestão participativa dos sistemas socioambientais, da escala local até a escala global, voltada para construção de soluções integradas que promovam a melhoria das condições de vida das populações e a sustentabilidade dos ecossistemas.

ProgramaInício da Vigência em 2012/1

1. Sistemas socioambientais: definição e escalas
1.1. Introdução e definições
1.2. Elementos, interações, organização hierárquica e emergência
1.3. Escalas espacial, temporal e de atores: conceitos
1.4. Escalas espacial, temporal e de atores: estudos de caso

2. Propriedades emergentes dos sistemas socioambientais
2.1. Variações não lineares
2.2. Retroalimentações negativas e equilíbrio dinâmico
2.3. Retroalimentações positivas e amplificação das divergências
2.4. Efeito de limiar e imprevisibilidade
2.5. Resiliência e Estados alternativos estáveis
2.6. Modelagem qualitativa dos sistemas socioambientais
2.7. Sistemas socioambientais: estudos de casos

3. Análise de redes sociais:
3.1. Conceitos e metodologias
3.2. Aplicação ao estudo dos sistemas socioambientais

BibliografiaInício da Vigência em 2012/1

Bibliografia Básica
PRIGOGINE, I. As leis do caos. São Paulo: Editora UNESP, 2002. 109 p. ISBN 8571394164.
LEFF, Enrique. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2013. 494 p. (Coleção Educação Ambiental). ISBN 9788532626097.

Bibliografia Complementar
Barnes, M. L., Lynham, J., Kalberg, K., & Leung, P. (2016). Social networks and environmental outcomes. Proceedings of the National Academy of Sciences, 113(23), 6466-6471.
Bodin O & Crona BI (2009) The role of social networks in natural resource governance: What relational patterns make a difference? Global Environmental Change 19: 366-374.
Bodin, Ö., & Tengö, M. (2012). Disentangling intangible social-ecological systems. Global Environmental Change, 22(2), 430-439.
Borgatti S. P. (2013) Introduction to social network analysis.
Borgatti, S. P., Mehra, A., Brass, D. J., & Labianca, G. (2009). Network analysis in the social sciences. science, 323(5916), 892-895.
Burgos A & Mertens F (2016). As redes de colaboração no turismo de base comunitária: implicações para a gestão participativa. Tourism & Management Studies, 12(2): 18-27.
Cash, D. W., W. Adger, F. Berkes, P. Garden, L. Lebel, P. Olsson, L. Pritchard, and O. Young. 2006. Scale and cross-scale dynamics: governance and information in a multilevel world. Ecology and Society 11(2): 8. [online] URL: http://www.ecologyandsociety.org/vol11/iss2/art8/
Costa, AL & Mertens, F (2015) Governança, redes e capital social no plenário do Conselho Nacional de Recursos Hídricos do Brasil. Ambiente & Sociedade, 18:153-170.
Cumming, Graeme S. et al. (2010) Network analysis in conservation biogeography: challenges and opportunities. Diversity and Distributions, v. 16, n. 3, p. 414-425.
Dunne, J. A., Williams, R. J., & Martinez, N. D. (2004). Network structure and robustness of marine food webs. Marine Ecology Progress Series, 273, 291-302.
LEWIN, Roger. Complexidade: a vida no limite do caos. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. 245 p. ISBN 8532504558.
Mertens F, Távora R, da Fonseca IF, Grando RL, Castro M & Demeda K (2011) Redes sociais, capital social e governança ambiental no Território Portal da Amazônia. Acta Amazônica, 41: 481-492.
Rathwell, K. J., and G. D. Peterson. 2012. Connecting social networks with ecosystem services for watershed governance: a social-ecological network perspective highlights the critical role of bridging organizations. Ecology and Society 17(2): 24.
Steffen WF et al. (2003) Global Change and the Earth System: A Planet Under Pressure Springer.