Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

FARMACOTÉCNICA 2DISCIPLINA 203475

VER OFERTA

ÓrgãoFCE UnB - Faculdade da Ceilândia
Código203475
DenominaçãoFarmacotécnica 2
NívelGraduação
Vigência1997/2
Pré-requisitos FCE 200611 Farmacotécnica 1
Ementa

Formas Farmacêuticas dispersas, sólidas e semi-sólidas. Incompatibilidades farmacêuticas. Controle e armazenamento de produtos magistrais. Montagem de laboratórios de manipulação de medicamentos magistrais. Análise critica da prescrição de medicamentos

Programa

1. Sistemas dispersos: suspensões e emulsões.
2. Formas Farmacêuticas semi-sólidas : cremes, pomadas, pastas e géis
3. Formas farmacêuticas sólidas: pós e granulados, cápsulas, comprimidos, comprimidos revestidos e drágeas.
4. Supositórios, óvulos e velas.
5. Incompatibilidades farmacêuticas
6. Montagem de Farmácia magistral
7. Análise crítica da prescrição de medicamentos: manipulação de uma prescrição, racionalidade da prescrição, propriedades das substâncias prescritas, excipiente adequado, pH ideal da formulação e preparo da prescrição.

Bibliografia

BÁSICA

1. ALLEN, L.V; POPOVICH, N. G; NICHOLAS G. ANSEL, H. C. Formas farmacêuticas e sistemas de liberação de fármacos, 8 ª ed. Porto Alegre, Artmed, 2007,776p.

2. AULTON, M. E; Delineamento de formas farmacéuticas, 2 ª ed. Porto Alegre , Artmed, 2005,667p.

3. PRISTA, L.N; ALVES, A.C; MORGADO, R. Tecnologia farmacêutica. 5 ª ed., V. 3, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008, 808p

4. PRISTA, L.N; ALVES, A.C; MORGADO, R. Tecnologia farmacêutica. 7 ª ed., V. 1, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008, 786p.

5. THOMPSON, J. E. A prática farmacêutica na manipulação de medicamentos. Porto Alegre, RS: Artmed, 2009. 576 p.

Complementar


1. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (BRASIL); FUNDAÇÃO INSTITUTO OSWALDO CRUZ. Farmacopéia brasileira. 5. ed. Brasília: Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 2010.

2. ANSEL, H. C.; STOKLOSA, M. J. Cálculos farmacêuticos. 12th. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 456 p.

3. BRASIL. Anvisa. Farmacopéia Brasileira. 4ª ed. Parte I. São Paulo: Atheneu, 1988.

4. BRASIL. Anvisa. Farmacopéia Brasileira. 4ª ed. Volume 2 São Paulo: Organização Andrei Editora, 1996.

5. CONRADO, M. F. L; CORDEIRO, P. C. C; CORDEIRO, P. P. M. [Procedimentos operacionais padrão (POPs) de rotina e farmacotécnicos para a gestão de manipulação de fórmulas]. 2. ed. Balneário Camboriú, SC: Basse, 2008. viii, 624 p.

6. REMINGTON, JOSEPH P.; GENNARO, ALFONSO R. (COORD.). Remington: a ciência e a prática da farmácia . 20. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, c2004. xvii, 2208p
.
7. SWEETMAN, S.C. (ed). Martindale: The Complete Drug Reference. 37th ed. London: Pharmaceutical Press, 2011.


SITIOS ELETRÔNICOS SUGERIDOS

1. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - www.anvisa.gov.br:
2. Assossiação Nacional de Farmacêuticos Magistrais - www.anfarmag.org.br
3. United States Pharmacopeia - http://www.usp.org/
4. FDA Drugs Information - www.fda.gov/cder/drug/default.htm;
5. Biblioteca Virtual em Saúde - www.bvs.br, permite acesso às bases de dados Medline, Lilacs, Scielo e Biblioteca Cochrane.