Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

ECONOMIA AMBIENTAL E ECOLÓGICADISCIPLINA 200956

VER OFERTA

ÓrgãoECO Departamento de Economia
Código200956
DenominaçãoEconomia Ambiental e Ecológica
NívelGraduação
Início da Vigência em1971/2
Pré-requisitos ECO 205826 Microeconomia Ambiental OU
ECO 132489 MICROECONOMIA 1 OU
MAT 113018 MATEMATICA 1
EmentaInício da Vigência em 2012/1

A disciplina Economia Ambiental e Ecológica examina as formas pelas quais a análise econômica focaliza o meio ambiente - o recurso natural básico para o bem-estar e para a sobrevivência da humanidade, mas que vem sendo ameaçado pela escala crescente da atividade econômica e pelas características dos estilos de desenvolvimento, tanto dos países industrializados como dos em desenvolvimento. Inicialmente serão examinados os elementos da questão ambiental e a natureza dos problemas que a humanidade vem experimentando, para a solução dos quais se procura ajuda no campo da ciência econômica. Em seguida, serão discutidas e avaliadas as principais abordagens econômicas desenvolvidas para tratar da questão e orientar no equacionamento desses problemas.

Não nos restringiremos às formulações do mainstream da análise econômica, que oferece principalmente soluções de curto e médio prazos. Analisaremos também abordagens de longo prazo que, nessa perspectiva temporal, focalizam a questão da sustentabilidade do sistema econômico global, em um mundo de ainda considerável dinamismo demográfico e de forte opção pelo crescimento.

BibliografiaInício da Vigência em 2012/1

VEIGA, J. E. da. Desenvolvimento Sustentável - o Desafio do Século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

MUELLER, C. C. Os Economistas e as Relações entre o sistema Econômico e o Meio-ambiente. 1a ed. Brasília: Editora da UnB, 2007.


Bibliografia complementar

Artigos científicos disponíveis na Biblioteca Central da UnB e no portal de periódicos da CAPES (www.periodicos.capes.gov.br)

Observação: serão indicadas outras referências ao longo do semestre letivo.

Normas do curso

A tolerância para a entrada em sala de aula é de 15 minutos, impreterivelmente.

Não é permitido entrar em sala de aula e realizar teste individual se algum estudante já tiver saído de sala.

O não comparecimento a um teste implicará nota zero neste teste. Não serão aplicados testes fora do horário previsto (nem testes substitutivos) e não será concedido tempo extra para os retardatários.

Se porventura alguém for flagrado com qualquer tipo de cola (ou tentativa de cola), o caso será encaminhado ao Colegiado do Curso, para que este tome as providências previstas nas normas da UnB. A nota do teste será zero.

De acordo com a Lei Distrital no 1184 de 05/09/96, fica proibido o uso de aparelho celular durante as aulas e testes, devendo os aparelhos permanecer desligados.