Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONALDISCIPLINA 185469

VER OFERTA

ÓrgãoIREL Instituto de Relações Internacionais
Código185469
DenominaçãoSistema Financeiro Internacional
NívelGraduação
Início da Vigência em1962/1
Pré-requisitos IREL 187160 Economia Pol Internacional 2
EmentaInício da Vigência em 2019/1

O objetivo do curso é apresentar o SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL (SFI) em sua constituição e em sua dinâmica. A apresentação e discussão das principais práticas e das instituições que formam esse sistema serão conduzidas a partir de uma base histórica já que, ao longo do tempo, o SFI sofreu transformações substantivas tanto na forma quanto em seus aspectos substantivos. Serão utilizados no curso os recursos teóricos oferecidos pela Economia Política Internacional, que é o ramo do campo de estudo das Relações Internacionais que procura explicar as transações econômicas internacionais. Dessa forma, a compreensão do SFI será feita a partir do conceito de ordem econômica internacional, que é um conceito construído essencialmente sobre a ideia de que as transações econômicas internacionais não são aleatórias, mas seguem uma certa lógica orientada essencialmente para o crescimento econômico. Embora o programa inclua a discussão de antecedentes e de fundamentos históricos importantes dos fluxos financeiros internacionais, a abordagem será baseada fortemente no período que se seguiu à segunda guerra mundial, quando houve uma expansão notável dos fluxos financeiros internacionais. Serão discutidas as formas pelas quais, ao longo da história, os fluxos financeiros desempenharam papel distinto na conformação da ordem econômica e no estímulo ao crescimento e à geração de riqueza pelas economias. Um importante aspecto a ser explorado no curso serão as mudanças ocorridas no papel do Estado no SFI.

ProgramaInício da Vigência em 2019/1

1 - Conceitos iniciais: transações econômicas e transações financeiras.
2 - Economia e Economia Política: duas formas de observar os fenômenos econômicos.
3 - O conceito de riqueza, seus fundamentos, suas relações com o poder e as principais transformações desse conceito ao longo do tempo.
4 - Uma breve história da moeda e de suas relações com a formação do sistema de transações financeiras nacionais e internacionais.
5 - Fluxos financeiros e sua operacionalidade: fontes, destinos e principais agentes.
6 - Os fluxos financeiros e a formação de uma ordem econômica internacional: instituições, contabilização dos fluxos econômicos internacionais e o conceito de equilíbrio financeiro internacional.
7 - A primazia do comércio e os movimentos de capitais na ordem liberal do séc. XIX.
8 - Os desequilíbrios na ordem econômica internacional e as inadequações do papel desempenhado pelo sistema financeiro internacional.
9 - Bretton Woods e a ordem econômica internacional do pós-guerra: o papel das visões estratégicas na reconstrução e no crescimento econômico.
10 - O sistema financeiro como motor do crescimento: o declínio relativo da Europa e o papel dos Estados Unidos como construtores da ordem econômica internacional.
11 - Petrodólares e Eurodólares: o endividamento e a crise do modelo de crescimento induzido pelo capital oficial. A perda de relevância dos fluxos financeiros oficiais.
12 - As novas tecnologias e a globalização dos investimentos internacionais: os novos padrões na integração entre comércio e sistema financeiro.
13 - As novas tecnologias e a globalização dos investimentos internacionais: as economias emergentes da Ásia e o pouco dinamismo das economias de outras regiões periféricas.
14 - O sistema financeiro internacional em perspectiva num cenário de instabilidade e de incertezas na ordem econômica internacional do início do novo milênio.

BibliografiaInício da Vigência em 2019/1

ACEMOGLU, D. & ROBINSON, J. Por que as Nações Fracassam. As Origens do Poder, da Prosperidade e da Pobreza. Editora Elsevier Campus, Rio de Janeiro, 2012.
ALDCROFT, D. H. From Versailles to Wall Street. Penguin Books, London, 1977.
BRANDT, W. North-South, a Programme for Survival. Report of the Independent Commission on International Development Issues. Pan Books, London, 1980.
BROWN, Ralph Adams (ed.) The World's Economic Crisis and the Way of Escape. Kennikat Press N. Y./London. 1971 (first published in 1932).
De CECCO, M. The International Gold Standard. Money and Empire. Frances Pinter, London, 1984.
EICHENGREEN, B. Globalizing Capital. A History of the International Monetary System. Princeton University Press, 1996.
FERGUSON, Niall. The Ascent of Money. A Financial History of the World. The Penguin Press, London, 2008.
FISHLOW, A. Lessons from the Past: Capital Markets During the 19th Century and Interwar Period. In KAHLER, M.(ed.) The Politics of International Debt. Cornell University Press, Ithaca, 1986.
FRIEDEN, J. & LAKE, D. A. International Political Economy. Perspectives on Global Power and Wealth. Routledge, London, 2000.
GILPIN, R. The Political Economy of International Relations. Princeton University Press, 1987.
GILPIN, R. The Challenge of Global Capitalism. The World Economy in the 21st Century. Princeton University Press, 2000.
GREENSPAN, A. O Mapa e o Território. Risco, Natureza Humana e o Futuro das Previsões. Portfolio Penguin/Editora Schwarcz S.A. São Paulo, 2013.
HELLEINER, E. States and the Reemergence of Global Finance. From Bretton Woods to the 1990s. Cornell University Press, Ithaca, 1994.
HORSEFIELD, J.K. The International Monetary Fund, 1945-1965. Twenty Years of Monetary Cooperation. Vol I Chronicle. International Monetary Fund, Washington D.C., 1969.
KATZENSTEIN, P. J. A World of Regions. Asia and Europe in the American Imperium. Cornell University Press. 2005.
KENEN, P.B. (ed.) Managing the World Economy. Fifty Years after Bretton Woods. Institute for International Economy, Washington, D.C., 1994.
KENNEDY, P. The Rise and Fall of the Great Powers. Fontana Press, London, 1989.
KENWOOD, A.G. & LOUGHEED, A.L. The Growth of the International Economy, 1820-1980. George Allen & Unwin, London, 1983.
KEYNES, J. M. As Conseqüências Econômicas da Paz. IPRI/FUNAG, Editora UnB, Imprensa Oficial do Estado de S. Paulo, 2002.
KINDLEBERGER, C.P. The World in Depression 1929-1939. Penguin Books, Middlesex, 1987.
KINDLEBERGER, C. P. Manias, Pânico e Crashes. Editora Nova Fronteira, R. de Janeiro, 2000.
KRASNER, S. D. (ed.) International Regimes. Cornell University Press, 1981.
KRASNER, S.D. Structural Conflict. The Third World against Liberalism.. Univ. of California Press, 1985.
LANDES, D. S. Riqueza e Pobreza das Nações. Por que algumas nações são tão ricas e outras são tão pobres. Editora Campus, R. de Janeiro, 1998.
LE GOFF, Jacques. A Idade Média e o Dinheiro. Ensaio de Antropologia Histórica. Editora Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2013.
LEWIS, W.A. The Evolution of the International Economic Order. Princeton University Press, 1977.
LEWIS, W.A. The Slowing Down of the Engine of Growth. American Economic Review, vol.70 n.4, September, 1980, pp.555-564.
MOKYR, J. (ed.) The Economics of the Industrial Revolution. George Allen & Unwin, London, 1985.
MORAWETZ, D. Twenty-Five Years of Economic Development 1950-1976. Johns Hopkins University Press, 1977.
NAU, H. R. The Myth of America's Decline. Leading the World Economy into the 1990s. Oxford Univ. Press, 1992.
NELSON, R. R. The Sources of Economic Growth. Harvard university Press, 1996.
NURKSE, R. Problems of Capital Formation in Underdeveloped Countries. Basil Blackwell, Oxford, 1953.
OLSON, M. The Rise and Decline of Nations. Economic Growth, Stagflation, and Social Rigidities. Yale University Press, 1982.
OLSON, M. Power and Prosperity. Outgrowing Communist and Capitalist Dictatorship. Basic Books, New York, 2000.
PEARSON, L. Partners in Development. Report of the Commission on International Development to the World Bank - 1970). Edição em Portugues: Sócios no Progresso. Praeger Publishers/APEC Editora, New York, Rio de Janeiro, 1971.
PIKETTY, T. O Capital no Século XXI. Editora Intrínseca Ltda. R. de Janeiro, 2014.
PIO, C. Economia Política e Globalização. Instituto Brasileiro de Relações Internacionais e Fundação Alexandre de Gusmão. Brasília, 2002.
QUESNAY, François. Quadro Econômico. Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa, 1969.
RIEDEL, J. Trade as the Engine of Growth in Developing Countries, Revisited. Economic Journal, 94 (March 1984), pp.56-73.
RONDINELLI, D. A. & HEFFRON, J. M. Globalization Change in Ásia. Lynne Rienner Pub. Boulder, Co. 2007.
ROSECRANCE. R. N. The Rise of the Virtual State. Wealth and Power in the Coming Century. Basic Books, New York, 1999.
ROSTOW, W. W. Etapas do Desenvolvimento Econômico. Um Manifesto Não-Comunista. Zahar Editores, R. de Janeiro, (1961) 1978.
ROSTOW, W. W. Theorists of Economic Growth from David Hume to the Present. Oxford Univ. Press, 1990.
SANDEL, Michael J. What Money Can't Buy. The Moral Limits of Markets. Farrar, Straus & Giroux, New York, 2012.
SATO, E. Economia e Política das Relações Internacionais. Fino Traço Editora, Belo Horizonte, 2012.
SMITH, Adam. A Riqueza das Nações. Hemus Editora. São Paulo, 1981.
SPERO, J. E. & HART, J. A. The Politics of International Economic Relations. Thomson/Wadsworth, Belmont, CA, 2003.
STEIL, B. The Battle of Bretton Woods. John Maynard Keynes, Harry Dexter White, and the Making of a New World Order. Princeton University Press, 2013.
STRANGE, S. States and Markets. 2ª ed., Pinter Publishers, London, 1994 (1988).
TRIFFIN, R. The Evolution of the International Monetary System: Historical Reappraisal and Future Perspectives. Essays in International Finance n.12, 1964. Princeton University Press, 1964.
ZAKARIA, Fareed. The Post American World. W. W. Norton & Co. New York, 2008.
WAPSHOTT, N. Keynes Hayek: The Clash that Defined Modern Economics. W. W. Norton & Co. New York, 2011.