Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

SAÚDE E SOCIEDADE 2: A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO PROCESSO SAÚDE E DOENÇADISCIPLINA 179825

VER OFERTA

ÓrgãoFCE UnB - Faculdade da Ceilândia
Código179825
DenominaçãoSaúde e Sociedade 2: A Construção Social do Processo Saúde e Doença
NívelGraduação
Vigência2008/2
Pré-requisitos FCE 170879 S S 1:Introd Ciên Saúde
Ementa


Apresenta as formas contemporâneas de socialização, controle social, diferenciação social, formação de grupos. Destaca como a cultura e os determinantes sociais conformam as concepções sobre o processo saúde-adoecimento. Traz a discussão clássica e contemporânea sobre a relação entre o biológico/social e natureza/cultura, as noções básicas e o contexto histórico do surgimento da bioética, com destaque para os reflexos das questões bioéticas na pesquisa em saúde e na prática profissional em saúde.

Programa


Conceitos das Ciências Sociais: socialização, controle social, diferenciação social, formação de grupos.
Conceito de cultura e suas diferentes definições contemporâneas recentes.
Conceitos voltados para o processo saúde-doença: relativismo, etnocentrismo, desnaturalização, construtivismo social.
O método etnográfico como instrumento de intervenção na saúde (o olhar, a escuta, a percepção).
O campo da saúde: instituições, movimentos sociais, estado, organismos internacionais.
Racionalidades médicas (medicina ocidental, medicina tradicional chinesa, medicina ayurvédica, homeopatia e outras).
Sistemas de saúde comparados: Canadá, Brasil, Inglaterra, Cuba, Estados Unidos.
Noções básicas e contexto histórico do surgimento da Bioética.
Dilemas morais contemporâneos recentes na esfera da saúde-doença e o aporte bioético para encaminhá-los.

Bibliografia


Bibliografia Básica:
ARRETCHE, Marta. Estado federativo e políticas sociais: determinantes da descentralização. Rio de janeiro: Revan, 2000.
ADAM, Philippe; HERZLICH, Claudine. Sociologia da doença e da medicina. Bauru, SP: EDUSC, c2001.
MERHY, Emerson Elias. O trabalho em saúde: olhando e experenciando o SUS no cotidiano. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 2007. 295 p.

Bibliografia Complementar:
ALVES, Paulo César; MINAYO, Maria Cecília de Souza (Coord.). Saúde e doença: um olhar antropológico. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, c1994. 174 p.; ISBN 8585676078.
ARRUDA JUNIOR, Edmundo Lima de. Introdução a sociologia jurídica alternativa: Ensaios sobre o direito numa sociedade de classes. São Paulo: Livraria Acadêmica, 1993.
WAISELFISZ, Júlio. Nos caminhos da inclusão social: a rede de participação popular de Porto Alegre. Brasília: UNESCO, 2004.
FERRARA, Floreal A; ACEBAL, Eduardo; PAGANINI, Jose M. Medicina de la comunidad: Medicina preventiva, medicina social, medici na administrativa. Buenos aires: Inter-Medica, 1998, 414
PEREIRA, Júlio Cesar Rodrigues. Analise de dados qualitativos: estratégias metodológicas para as ciências da saúde, humanas e sociais. 3. ed. 1. reimpr. São Paulo: EdUSP, 2001.
MEIRA, Affonso Renato. Sociedade e saúde: Uma introdução as noções de ciências sociais aplicadas a saúde. Mato grosso do sul: Univ Fed Mato Grosso Sul, 1997.
HELMAN, Cecil,. Cultura, saúde e doença. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.