Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

LÍNGUA DE SINAIS BRASILEIRA - BÁSICODISCIPLINA 150649

VER OFERTA

ÓrgãoLIP Departamento de Linguística, Português, Líng Clás
Código150649
DenominaçãoLíngua de Sinais Brasileira - Básico
NívelGraduação
Vigência1971/2
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
Ementa


Introdução: aspectos clínicos, educacionais e sócio-antropológicos da surdez. A Língua de Sinais Brasileira - Libras: noções básicas de fonologia, de morfologia e de sintaxe. Estudos do léxico da Libras. Noções de variação. Praticar Libras.

Programa


Unidade I - A Língua de Sinais Brasileira e a constituição linguística do sujeito Surdo
1. Breve introdução aos aspectos clínicos, educacionais e sócio-antropológicos da surdez;
2. Introdução a Libras: alfabeto manual ou datilológico;
3. Nomeação de pessoas e de lugares em Libras;
4.Noções gerais da gramática de Libras;
5. Prática introdutórias de Libras: alfabeto manual ou datilológico.

Unidade II - Noções básicas de fonologia e morfologia da Libras
1. Parâmetros primários da Libras;
2. Parâmetros secundários da Libras;
3. Componentes não-manuais;
4. Aspectos morfológicos da Libras: gênero, número e quantificação, grau, pessoa, tempo e aspecto;
5. Prática introdutórias de Libras: diálogo e conversação com frases simples.

Unidade III - Noções básicas de morfossintaxe
1. A sintaxe e incorporação de funções gramaticais;
2. O aspecto sintático: a estrutura gramatical do léxico em Libras;
3. Verbos direcionais ou flexionados;
4. A negação em Libras;
5. Prática introdutórias de Libras: diálogo e conversação com frases simples.

Unidade IV - Noções básicas de variação
1. Características da língua, seu uso e variações regionais;
2. A norma, o erro e o conceito de variação;
3. Tipos de variação linguística em Libras;
4. Prática introdutórias de Libras: registro videográfico de sinais.

Bibliografia


Bibliografia Básica:

1. CAPOVILLA, Fernando César; RAPHAEL, Walkiria Duarte (Colab.). Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. 2. ed. São Paulo, SP: EDUSP, 2001.
2. QUADROS, Ronice Müller de. Educação de surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre, RS: Artes Médicas, 1997.
3. ENCICLOPÉDIA da língua de sinais brasileira: o mundo do surdo em libras. São Paulo: EDUSP, c2004.

Bibliografia Complementar:

1. LODI, Ana Claudia Balieiro; LACERDA, Cristina B. F. de (Org.). Uma escola, duas línguas: letramento em língua portuguesa e língua de sinais nas etapas iniciais de escolarização. 2. ed. Porto Alegre: Mediação, 2010.
2. SALLES, Heloisa Maria Moreira Lima de A. (Colab.). Ensino de lingua portuguesa para surdos: caminhos para a prática pedagógica. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2003.
3. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/Secretaria de Educação Especial. Língua Brasileira de Sinais. Brasília: MEC/SEESP, 1998.
4. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Decreto nº 5.626 de 22 de dezembro de 2005. Brasília: MEC, 2005.
5. SACKS, Oliver W. Vendo Vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.
6. STRNADOVÁ, Vera. Como é Ser Surdo. Petrópolis, RJ: Babel Editora, 2000.