Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

TEORIA E HISTÓRIA DO TEATRODISCIPLINA 121983

VER OFERTA

ÓrgãoFUP UnB - Faculdade de Planaltina
Código121983
DenominaçãoTeoria e História do Teatro
NívelGraduação
Vigência1997/2
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
Ementa

História e estética do teatro brasileiro. Influências externas, filtragens, processo de assimilação  e constituição da tradição local. Momentos decisivos de formação do teatro brasileiro. Imagens teatrais dos ciclos de modernização conservadora brasileiros. Relação entre teatro, política e movimentos sociais.

Programa

Origem das formas teatrais e desenvolvimento histórico da linguagem; Matéria brasileira e forma teatral; Dissonâncias entre forma estrangeira e matéria local: as ideias fora do lugar no teatro brasileiro; A tradição da comédia de costumes e a dialética da ordem e desordem; Abolicionismo e teatro de agitação e propaganda à brasileira: revolução passiva; Jorge Andrade e o teatro da decadência da oligarquia rural; Teatro político e questão agrária: dos anos 1960 aos dias atuais; O teatro político do MST: do Teatro do Oprimido ao Teatro dialético.

Bibliografia

BARCELLOS, Jalusa. CPC da UNE: uma história de paixão e consciência. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.
BENJAMIN, Walter. Que é o teatro épico? Um estudo sobre Brecht. In: Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.
______. O autor como produtor. Conferência pronunciada no Instituto para o Estudo do Fascismo, em 27 de abril de 1934. In Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.
BERLINCK, Manoel T. O Centro Popular de Cultura da UNE. Campinas: Papirus, 1984.
BOAL, Augusto. Teatro do Oprimido e outras poéticas políticas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991.
BORGES, Rayssa Aguiar. CPC da UNE: para além de reducionismos e preconceitos : análise das peças Brasil, versão brasileira e o petróleo ficou nosso. 2010. 175 f. ; Dissertação (mestrado) - Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura e Práticas Sociais, 2010.
COSTA, Iná Camargo. A hora do teatro épico no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.
______. Dias Gomes: um dramaturgo nacional-popular. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo, 1987.
______. Sinta o Drama. Petrópolis: Vozes, 1998.
DICIONÁRIO do teatro brasileiro: temas, formas e conceitos. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, Edições SESC SP, 2009. 392 p. ISBN 9788527307505.
GARCIA, Silvana. Teatro da militância. São Paulo: Perspectiva/Edusp, 1990.
MARTINS, Carlos Estevam. História do CPC. Arte em Revista, n/ 2. São Paulo: Kairós/CEAC, 1980.
SCHWARZ, Roberto. Cultura e política, 1964-69. In: O pai de família e outros estudos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.
______. Altos e baixos da atualidade de Brecht. In: Seqüências brasileiras. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
Referências complementar:
ADORNO, Theodor W. Teoria Estética. Lisboa: Edições 70, 1970.
ANDRADE, Jorge. A Moratória. Rio de Janeiro: Agir, 1965, 2ª ed.
ARANTES, Luiz Humberto Martins. Quando o teatro tece a trama: apontamentos históricos na dramaturgia de Jorge Andrade. In: Revista Brasileira de História. Vol. 21, n° 42, p. 457-481. São Paulo, 2001.
ARANTES, Paulo Eduardo. Décio de Almeida Prado e o papel do teatro no sistema da cultura brasileira. Revista Cultura Vozes nº 6 - ano 89, volume 89, novembro-dezembro de 1995.
______. Providências de um crítico literário na periferia do capitalismo. In: Sentido da formação: três estudos sobre Antonio Candido, Gilda de Mello e Souza e Lucio Costa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.
BADER, Wolfgang. Brecht no Brasil: experiências e influências. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
BETTI, Maria Sílvia. Vianinha. São Paulo: Edusp, 1997.
______. A atualidade de Vianinha: reflexões a partir de O método Brecht, de Frederic Jameson. Revista ArtCultura: Uberlândia, v. 7, n. 11, jul-dez, 2005.
_____. Revisitando Chapetuba: uma análise de Chapetuba Futebol Clube. In: Por uma militância teatral: estudos de dramaturgia brasileira do século XX. Campina Grande: Bagagem / João Pessoa: Idéia, 2005.
CAFEZEIRO, Edwaldo; GADELHA, Carmem. História do teatro brasileiro: um percurso de Anchieta a Nelson Rodrigues. Rio de Janeiro: Editora UFRJ: EDUERJ: Funarte, 1996.
CANDIDO, Antonio. Literatura e subdesenvolvimento. In: A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1989.
______. Formação da Literatura Brasileira (8ª ed) Belo Horizonte: Itatiaia, 1997.
______. Dialética da malandragem. In: O discurso e a cidade. São Paulo: Duas Cidades, 1998.
DAMASCENO, Leslie Hawkins. Espaço cultural e convenções teatrais na obra de Oduvaldo Vianna Filho. Campinas: Editora da Unicamp, 1994.
ENZENSBERGER, Hans Magnus. Com raiva e paciência: ensaios sobre literatura, política e colonialismo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985. 310 p.
MACIEL, Diógenes André Vieira; Ensaios do nacional-popular no teatro brasileiro moderno. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2004.
______. ANDRADE, Valéria (orgs). Por uma militância teatral: estudos de dramaturgia brasileira do século XX. João Pessoa: Idéia, 2005.
MORAES, Dênis de. Vianinha, cúmplice da paixão: uma biografia de Oduvaldo Viana Filho. Rio de Janeiro: Record, 2000.
MOSTAÇO, Edélcio. Teatro e política: Arena, Oficina e Opinião (uma interpretação da cultura de esquerda). São Paulo: Proposta, 1982.
PATRIOTA, Rosangela. A crítica de um teatro crítico. São Paulo: Perspectiva, 2007.
PEIXOTO, Fernando.O melhor teatro do CPC da UNE. São Paulo: Global, 1989.
PRADO, Décio de Almeida. A evolução da literatura dramática. In: COUTINHO, Afrânio. A literatura no Brasil. Volume II. Rio de Janeiro: Editorial Sul Americana, 1955.
______. O teatro brasileiro moderno. São Paulo: Perspectiva, 1996.
______. Se correr o bicho pega... In: Exercício Findo. São Paulo: Perspectiva, 1987.
______. Apresentação do teatro brasileiro moderno. São Paulo: Perspectiva, 2ª ed., 2001.
RANGEL, Flávio; FERNANDES, Millôr. Liberdade, liberdade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965.
RIDENTI, Marcelo. Em busca do povo brasileiro. Rio de Janeiro: Record, 2000.
RUIZ, Maria Aparecida. Por uma questão de coerência: reflexões em torno do trabalho de Oduvaldo Vianna Filho no Teatro e na TV. In: _____. Por uma militância teatral: estudos de dramaturgia brasileira do século XX. Campina Grande: Bagagem / João Pessoa: Idéia, 2005.
PISCATOR, Erwin. Teatro político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.
VILLAS BÔAS, Rafael Litvin. Embates e "aberturas": um estudo sobre a presença popular na cena e na tela brasileiras. Do teatro político da década de 1960 ao humor televisivo contemporâneo. Brasília: Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília, 2004