Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

AUDIOVISUAL ESTÉTICA POLÍTICA E EDUCAÇÃODISCIPLINA 121452

VER OFERTA

ÓrgãoFUP UnB - Faculdade de Planaltina
Código121452
DenominaçãoAudiovisual Estética Política e Educação
NívelGraduação
Vigência1971/2
Pré-requisitosDisciplina sem pré-requisitos
Ementa

Teoria e história do cinema, com ênfase na experiência latino-americana. Vanguardas e relação entre estética, política e luta social. Formas estéticas hegemônicas e contra-hegemônicas nas linguagens cinematográfica, televisiva e publicitária. Economia política do audiovisual. Estudo dos processos de formação do mercado nacional de bens simbólicos e os impactos dos ciclos de modernização conservadora na constituição do campo audiovisual brasileiro. Análise crítica da imagem e educação, visando à formação de educadores em Linguagens aptos para o trabalho com a linguagem audiovisual.

Programa

Forma audiovisual e processo social; Vanguardas audiovisuais e relações com processos de ascenso da luta social; Contra-hegemonia e representação audiovisual da realidade; Audiovisual, Indústria Cultural e modernização conservadora; Monopólios econômicos e representação hegemônica da realidade; Imagens do campo brasileiro: a questão agrária no cinema; Limites, avanços e desafios da produção audiovisual dos movimentos socais do campo e da Educação do Campo.

Bibliografia

AVELLAR, José Carlos. A ponte clandestina: Birri, Glauber, Solanas, Getino, García Espinosa, Sanjinés, Alea - Teorias de cinema na América Latina. São Paulo: Ed. 34 / Edusp, 1995.
BERNARDET, Jean-Claude. Cineastas e imagens do povo. São Paulo: Brasiliense, 1985.
CAMPESINA, BRIGADA DE AUDIOVISUAL DA VIA. Audiovisual e Transformação Social: a experiência da Brigada de Audiovisual da Via Campesina. In: TERRA, Pontão de Cultura Rede Cultural da (Org.). Caderno das Artes: Estudos sobre audiovisual e a construção da realidade. São Paulo: CEPATEC/MINC, 2009.
DUBOIS, Philippe. Cinema, vídeo, Godard. São Paulo: CosacNaify, 2004.*
GUTIÉRREZ ALEA, Tomás. Dialética do espectador: seis ensaios do mais laureado cineasta cubano. São Paulo: Summus, 1984.
LOBO, Roberta (Org.). Crítica da imagem e educação: reflexões sobre a contemporaneidade. Rio de Janeiro: EPSJV, 2010.
MACHADO, Arlindo. Pré-cinemas & pós-cinemas. 4. ed. Campinas, SP: Papirus, 2007.*
MARTINS, Aracy Alves et al. Outras terras à vista: Cinema e Educação do Campo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.
MORENO, Antônio. Cinema brasileiro: história e relações com o estado. Niterói, RJ: Editora da Universidade Federal Fluminense, 1994.*
ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, 2011.*
PARAIRE, Philippe. Cinema de Hollywood. São Paulo: Martins Fontes, 1994.*
SANTORO, Luiz Fernando. A imagem nas mãos: o vídeo popular no Brasil. São Paulo: Summus, 1989.
VILLAS BOAS, R. L. et al. Indústria Cultural e Educação. In: CALDART, Roseli Salete (Org.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, 2012.*
XAVIER, Ismail. Alegorias do subdesenvolvimento: cinema novo, tropicalismo e cinema marginal. São Paulo: Cosac Naify, 2012.
______. Sertão Mar: Glauber Rocha e a estética da fome. São Paulo: Cosac Naify, 2007.
WILLIAMS, Raymond. Tragédia moderna. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.*