Carregando...

DISCIPLINA Listagem de Ementa/Programa

SOCIOLOGIA DO CONFLITODISCIPLINA 108928

VER OFERTA

ÓrgãoSOL Departamento de Sociologia
Código108928
DenominaçãoSociologia do Conflito
NívelGraduação
Início da Vigência em2016/1
Pré-requisitos SOL 134465 Introdução à Sociologia
EmentaInício da Vigência em 2019/2

O curso visa a propiciar elementos teóricos para a compreensão da conflitualidade e da violência enquanto objeto de análise sociológica e a ressaltar aspectos da sua identificação empírica. Além dos conceitos fundamentais, serão discutidas também temas relacionados às três dimensões do sistema de justiça criminal: polícias, justiça e prisões.

ProgramaInício da Vigência em 2019/2

I. Ementa

O curso visa a propiciar elementos teóricos para a compreensão da conflitualidade e da violência enquanto objeto de análise sociológica e a ressaltar aspectos da sua identificação empírica. Além dos conceitos fundamentais, serão discutidas também temas relacionados às três dimensões do sistema de justiça criminal: polícias, justiça e prisões.


II. Procedimentos e Avaliação

O curso será desenvolvido a partir de aulas expositivas. Os/as alunos/as serão avaliados através da apresentação de resenhas e da elaboração de um trabalho final. Serão cobradas 5 (cinco) resenhas sobre os textos de leitura obrigatória da unidades I e 1 (uma) resenhas dos textos obrigatórios das unidades II, III. IV. O trabalho final deverá ser apresentado na forma de ensaio (cerca de 15 páginas) e tratará de temas discutidos nas demais unidades.

BibliografiaInício da Vigência em 2019/2

III. Programa

UNIDADE I: CONCEITOS FUNDAMENTAIS

Leituras Obrigatórias:

DURKHEIM, E. Da Divisão Social do Trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 1999, (livro III cap. 1, 2 e 3)

MORAES FILHO, E. Simmel. São Paulo: Ed. Ática, 1983, cap. 8. MICHAUD, Y. A Violência. São Paulo: Ed. Ática, 1989, cap. 1 e 2.
ELIAS, N. O Processo Civilizador: uma história dos costumes. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 1990, vol. 2, parte III.
FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. Petrópolis: Vozes, 2000, parte 1, cap. 1; e parte 3, cap. 3.
BECKER, H S. Outsiders: Studies in the Sociology of Desviance. New York: The Free Press, 1991, cap 1 e 2. (Há uma versão em português).




UNIDADE DIDÁTICA II: POLÍCIAS

Leituras Obrigatórias:

BAYLEY, D. Padrões de Policiamento: uma análise comparativa internacional. São Paulo, Ed. USP, 2006 (Partes I e II).
BITTNER, E. Aspectos do Trabalho Policial. São Paulo: Edusp, 2003 (Cap. 4).

COSTA, A.T.M. Entre a Lei e a Ordem. Violência e Reforma nas Polícias do Rio de Janeiro e Nova York. Rio de Janeiro. Editora FGV, 2004 (Introdução, Cap 1 e 2).

Leituras Complementares:

BRODEUR, Jean-­?Paul (org.). Como Reconhecer um Bom Policiamento: Problemas e Temas. São Paulo: EdUSP, 2002.

CARUSO, H. "A ordem e a desordem de ontem e de hoje: notas etnográficas sobre a polícia na Lapa carioca". Civitas, vol. 15(1), 2015.

COSTA, A.T.M. e PORTO, M.S.G. "Controlando a Atividade Policial: uma análise comparada dos códigosde conduta no Brasil e Canadá". Sociologias, nr. 27, p. 342-­?381, 2011.
HOLLOWAY, Thomas H. Polícia no Rio de Janeiro: Repressão e Resistência numa Cidade do Século XIX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1997.

KANT DE LIMA, R. Polícia da Cidade do Rio de Janeiro: seus dilemas e paradoxos. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

LEMGRUBER, J. et. al. Quem Vigia os Vigias: Um Estudo Sobre o Controle Externo da Polícia no Brasil. São Paulo: Ed. Record, 2003.
LOPES, C. S. "Como os paulistanos veem os setores de segurança pública e segurança privada: estudo exploratório com dados de uma pesquisa de survey". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.
MONET, J C. Polícias e Sociedade na Europa. São Paulo: Edusp, 2001. MONJARDET, D. O Que Faz a Polícia. São Paulo: EDUSP, 2003.
MUNIZ, J. O. e SENTO SÉ, K. "Nem tão perto, nem tão longe: o dilema da construção da autoridade policial nas UPPs". Civitas, vol. 15(1), 2015.

UNIDADE DIDÁTICA III: JUSTIÇA CRIMINAL

Leituras Obrigatórias:

KANT DE LIMA, R. "Direitos Civis e Direitos Humanos: uma tradição judiciária pré-­? republicana?", in São Paulo em Perspectiva, vol. 18, 2004, pp. 49-­?59.

MISSE, M. "Crime, Sujeito e Sujeição Criminal: Aspectos de uma contribuição analítica sobre a categoria bandido". Lua Nova, vol. 79, 2010.

AZEVEDO, R. G. "Juizados Especiais Criminais: Uma abordagem sociológica sobre a informalização da Justiça Penal no Brasil". Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, vol. 16 (47), 2001.





Leituras Complementares:

ADORNO, S. "Descriminação Racial e Justiça Criminal em São Paulo", in Novos Estudos, V. 43, 1995, pp. 45-­?63.

ADORNO, S. "Violência, controle social e cidadania: dilemas da administração da Justiça Criminal no Brasil". IN: Revista Crítica de Ciências Sociais, n.41, 1994, p.101-­?127.

AZEVEDO, R. G. "Criminalidade e Justiça Penal na América Latina". IN: Sociologias, Vol. 1 (13), 2005, p. 212-­?240.

BARATTA, A. "Funções Instrumentais e Simbólicas do Direito Penal". IN: Revista Brasileira de Ciências Criminais, n.5, 1994. pp.5-­?24.

COSTA, A. T. M. "A (in)efetividade da justiça criminal brasileira: uma análise do fluxo de justiça dos homicídios no Distrito Federal". Civitas, vol. 15(1), 2015.

GAUER, R. (org.). Violência e Sistema Penal. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006.

GRAZIANO, S; AZEVEDO, R.G. "Indicadores de Desempenho da Justiça Criminal em Santa Catarina". Revista de Estudos Criminais, v. 57, p. 173-­?204, 2015.

POLICARPO, F. "Da Justiça Terapêutica à atual Lei de Drogas: o modo como o sistema de justiça criminal lida com os consumidores de drogas". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.

SANTOS, B. de S. Uma cartografia simbólica das representações sociais: Prolegómenos a uma concepção Pós-­?Moderna do Direito. Revista Brasileira de Ciências Criminais, Vol. 4 (13), 1996, pp. 253-­?277.

ZAFFARONI, E.R. Em busca das penas perdidas. Rio de Janeiro: Revan, 1991.





UNIDADE DIDÁTICA II: PRISÕES

Leituras Obrigatórias:

DIAS, C.N. "Estado e PCC em Meio às Tramas do Poder Artbitrário nas Prisões". São Paulo". Tempo Social, vol. 25 (1), 2013.
BATISTA, A.S. "Estado e Controle nas Prisões". Caderno CRH, vol.22 (56), 2009.



Leituras Complementares:

CANCELLI, E. Carandiru: a prisão, o psiquiatra e o preso. Brasília: Editora UnB, 2005.
CHIES, L. A. B. "Do campo ao campo: análise da questão penitenciária no Brasil contemporâneo". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.
DIAS, C.N. "A produção da disciplina pelo encarceramento". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.

DIAS, C.N. "Estado e PCC em Meio às Tramas do Poder Artbitrário nas Prisões". São Paulo". Tempo Social, vol. 25 (1), 2013.
GOFFMAN, E. Manicômios, Prisões e Conventos. São Paulo: Perspectiva, 1974.

LEMGRUBER, J. Cemitério dos Vivos: análise sociológica de uma prisão de mulheres.
Rio de Janeiro: Ed. Forense, 1998.

LOURENÇO, L. C. "Prisão e dinâmicas de criminalidade: notas e possíveis efeitos das estratégias de Segurança Pública na Bahia (2005-­?2012)". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.
MACIEL, W.C. "Da judicialização das relações intrafamiliares à ressignificação do cárcere: sobre violências, tornozeleiras e descontroles em Belo Horizonte/MG". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.
SALLA, F; ALVAREZ, M. & DIAS, C.N. "Das Comissões de Solidariedade ao Primeiro Comando da Capital em São Paulo". São Paulo". Tempo Social, vol. 25 (1), 2013.
SALLA, F. "As Rebeliões nas Prisões Brasileiras: novos significados a partir da experiência brasileira", in Sociologias vol. 8 (16), 2006.
SALLA, F. As Prisões em São Paulo: 1822-­?1940. São Paulo: Annablume, 1999.

SALLA, F.A. "Práticas punitivas no cotidiano prisional". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.
SINHORETTO, J; SILVETRE, G & MELO, F.A.L. "O Encarceramento em Massa em São Paulo". Tempo Social, vol. 25 (1), 2013.
SOARES, B. & ILGENFRITZ, I. Prisioneiras: vida e violência atrás das grades. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.
SOUZA, G.A.D. e AZEVEDO, R.G. "Analisar alternativas à prisão: proposta para superar uma dicotomia". Revista O Público e o Privado, nr 26, 2015.

WACQUANT, L. As Prisões da Miséria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.